Eduardo Blacher e sua experiência de aliança com Keren LeYedidut

Eduardo tem 65 anos, é contador público, consultor psicológico e em julho de 2021 iniciou sua aventura em Israel. Ele destaca a importância do Keren LeYedidut desde o início de seu processo de aliança até hoje e como é viver em Israel.

Faça aliança em busca de uma nova vida

“Há um clima de liberdade e segurança aqui. Ver uma bandeira israelense acenando me dá uma sensação de orgulho e pertencimento. Veja o verde por toda parte sabendo que por baixo há deserto. Veja como o país cresce e como a moeda aqui está cada vez mais valiosa e crescendo de forma constante. É muito incomum as pessoas falarem sobre a taxa de câmbio. Onde se você quer trabalhar em qualquer coisa, tem trabalho. Toda vez que visito a Argentina, estou convencido de que Israel é o meu lugar” – Eduardo

Ele nos conta que é muito próximo de sua família, apesar de tê-la dividido entre Argentina e Israel; mas sempre em seu interior, tinha em mente aquela ideia ou projeto de fazer aliança. A filha mais velha, que mora com a família em Jerusalém, foi quem o incentivou a abrir uma pasta e realizar o processo. No início, Eduardo havia viajado com a mãe, que depois de alguns meses decidiu voltar para a Argentina. Apesar de não ter a mãe por perto, isso não a impediu de continuar com seu sonho de morar em Israel e se sentir em casa.

Ter o Keren LeYedidut no processo aliança faz a diferença

No final de 2020, ele abriu sua pasta no Sojnut e automaticamente, a organização foi feita em seu processo. O Keren não só o acompanhou antes de viajar, mas também continuou a fazê-lo no novo país.

Na cidade de Modi’in, o Keren LeYedidut tem uma sede onde Bárbara, sua representante, se encarrega de acompanhar os olím e convidá-los a participar de diversas palestras e seminários. É importante continuar enfatizando que a organização o acompanhará antes, durante e após o término de sua aliança; Jamais soltaremos sua mão.

“A tarefa do Keren Leyedidut no meu processo de aliança foi fundamental. Não só na questão da passagem, da viagem, do dinheiro inicial, da ajuda passo a passo nas coisas que eu ia precisar fazer. Eles também estavam sempre prontos para perguntas sobre problemas comuns de papelada, eles estão disponíveis para ajudar. Estou muito grato ao Keren em geral e particularmente à Bárbara Waserman, que é excepcional em toda a ajuda, desde o momento em que cheguei até hoje. Sempre que preciso fazer algo, pergunto a ela, porque sei que ela é confiável e precisa no que me diz.” -Eduardo

Skip to content