Aliyah em tempos de pandemia e crise econômica

“O melhor lugar para trabalhar em tecnologia é Israel”

Nicolás Galer tem 28 anos e viajou para Israel em meio à crise do Coronavírus em um voo especial. Ele havia planejado fazer aliá junto com sua namorada, mas a pandemia os forçou a mudar seus planos e eles tiveram que viajar separados com algumas semanas de diferença; neste momento, ambos já estão em Israel.

Novas oportunidades à porta

Embora esse projeto de aliá seja compartilhado com sua namorada, Nicolás teve que deixar a Argentina algum tempo antes para concluir um contrato de trabalho que o esperava com a empresa israelense Wix. Nicolás é engenheiro industrial formado pela UBA. Atuou em tecnologia em diversas áreas, mais relacionadas a dados, como Business Intelligence, Analista de Dados, cargos semelhantes a esses. Nos últimos três anos, ele esteve presente nos negócios da família para ajudá-los na parte tecnológica até que pudessem terminar sua aliá.

Sua entrada no Wix se deve ao seu ex-chefe, que trabalharam juntos em outra empresa e ao saber de seu retorno a Israel, não hesitou em contatá-lo. Claro que Nicolás teve que fazer todo o processo de seleção, passando por várias entrevistas, até conseguir o contrato.

Faça aliá em busca de novos projetos

O casal decidiu realizar o processo de aliá, cada um com seus motivos: Nicolás queria voltar para a área de tecnologia, e nada melhor do que em Israel, um dos melhores países para se desenvolver profissionalmente; e sua namorada é formada em Relações Internacionais em busca de uma mudança.

Eles deixam para trás muitas coisas ao deixar a Argentina, como família e amigos, mas sabem que esses relacionamentos verdadeiros duram para sempre.

Skip to content